dezembro 30, 2007

BOM ANO


2007 está no fim.
Foi rápido e tão importante como todos os outros de minha vida!
Aconteceram muitas coisas boas, mas infelizmente, também muita coisa ruim ocupou a ribalta.
Não me vou pôr pr’aqui a descrever nenhuma delas, pois todo o mundo está bem ciente.
Desejo sinceramente que 2008, seja bem melhor para todos nós e, que tudo de errado e absurdo que se manifestou, não tenha lugar para repetições.
Que este ano tenha servido para nos transmitir alguma coisa e que, tenhamos conseguido captar todos os sinais!
Só assim terá valido a pena atravessá-lo.
Que os Guerreiros da LUZ se apoderem deste nosso país e escorracem de vez, as sombras que teimam em cobrir os espíritos mais fracos!
Que 2007 tenha tido algum significado!
BOM ANO PARA TODOS OS QUE POR AQUI PASSAREM E QUE HAJAM 2008 RAZÕES PARA SORRIRMOS SEMPRE!

QUERIDA PRAIA

Querida Praia,

Fechas o ano, toda pimpona e iluminada!
Mudaste a roupa, colocaste uma série de acessórios de ultimo grito, pintaste as unhas, inventaste um penteado, te puseste em cima do salto, e te viste ao espelho: “Estou Linda!”
Porém, te esqueceste de tomar banho! Que é isso menina? Nem lavaste os ouvidos, nem limpaste as unhas…. Assim não!
Vê lá, se para ao no que vem, te lembras de ficar o tempo TODO, limpinha, arrumadinha e… concerteza cheia de luz! Poderás usar tua maquilhagem e tua roupa de grife, com mais propriedade! Pede ao teu maquilhador que te ajude a manter essa mesma aparência, todo o ano! És tão mais sedutora assim! Ninguém te resistirá!
Não te esqueças que tens filhos! Que teus filhos também precisam tomar banho, pentear, comer…. Ah! Também precisam se educar! Não te esqueças, por favor!
Vê se compras DDT e acabas com esses piolhos e lêndeas que te comprometem a pose e infernizam a vida a teus filhos! Se achares remédio mais drástico, ainda melhor! Mas faz alguma coisa!
Varre a casa toda e queima o lixo. Não vale esconder! Ele sempre acaba por aparecer…
Escolhe bem tuas domésticas, senão não vale a pena!
E, finalmente (apesar de ainda ter tanta coisa para te pedir), trata bem de teus pulmões, que já são fracos! Se deixares que te arranquem tuas artérias verdes, de maneira insubstituível, vais acabar por padecer, ficar feia, velha e cinzenta, e não haverá maquilhagem que te valha! Teu sangue é verde, não vermelho… lembra-te!
Uma menina tão mulher, não pode se ficar pelas aparências…
Tenho a certeza que, se mudares teu comportamento e tua atitude, todos os que te amam, vão ajudar, podes crer! Mas não vale me prometeres para depois não cumprires!
E… por favor, pára de te achares o máximo e a melhor!
FELIZ ANO NOVO!
TE AMAMOS MUITO!

FECHANDO 2007


Não podia fechar este ciclo que se acaba, sem publicar uma de minhas indignações!
Por mais que tente, não consigo parar de me indignar!

Dia destes, saio com meu marido e um casal amigo, para uns instantes de convívio e relax, que afinal, ninguém é de ferro…
Apesar da dificuldade nesse dia, de encontrar um lugar aprazível e com bom ambiente, lá vamos nós parar a um conhecido recanto da “capital”.
É-nos dado o menu e escolhemos tudo o que desejamos.
Até aí, tudo certo….
Quando nos cansamos do volume exacerbado que provinha da música ao vivo, que nem técnico de som controlava, pedimos a conta.
Esta chega, depois de muita insistência nossa. Porém, os valores não correspondem com os que estão no menu!
Chamamos o gerente. Eis o diálogo:
Nós: Desculpe, mas o valor do vinho que pedimos, está superior ao que consta no menu!
Gerente: Ai é? Mas onde viram? ( Tâ dâ pa dodu)
Nós: No menu, é claro!
Gerente: Nãooooooooo! No menu?
Nós: SIMMMMMMMMMMM, (já sem muita paciência) no menu!
Gerente: Ah! Esse menu não conta! Está ultrapassado! O que conta é o papelinho onde marcamos os pedidos! Este ( e mostra-nos…)
Nós: Desculpe, mas não é! Quando o cliente chega e quer escolher algo, é-lhe dado o menu e não esse papelinho! E, muitas vezes, o pedido tem a haver com os preços, por isso é obrigatório ter os preços.
Gerente: Simmmmmm, mas o menu está desactualizado. E não é meu departamento. Eu cuido da comida e etc, ele (apontando um funcionário) é que cuida disso e ainda não mudou o menu!
Nós: Pois é, mas nós não temos nada a haver com a vossa organização interna!
Gerente: Pois, mas…
Nós: Olhe, desculpe, mas não está certa e não aceitamos esse tipo de argumento. Pagamos, mas fique sabendo que não ficamos contentes com o serviço. Imagine você, que alguém vem aqui, com o dinheiro contado e escolhe consoante o valor que tem e você depois lhe apresenta o “papelinho” com valores mais altos… como é que fica?
A carranca começou a tomar formas de leão, mas um pedido de desculpas ficou difícil!
Com toda a calma do mundo, lhe expliquei, ou pelo menos tentei, o absurdo de sua atitude e os inconvenientes que ela encararia, caso não mudasse!
Acho que entendeu! Não agradeceu, nem pediu desculpas!
Reenviou a conta com os valores “reais”, pagamos e fomos embora.
Dá para acreditar?
Dá para voltar?
Onde pára a Morabeza? Assim não dá!


dezembro 20, 2007

REMNA EM CONCERTO

DIA 28 DE DEZEMBRO DE 2007
Tabanka Mar
23H00
Entrada: 600$00

REMNA - A BIO

Foto do "my space" do músico

Bissau, 01 de Junho de 1977. A Guiné acaba de perder um dos homens e artistas mais marcantes da sua geração, e o cortejo fúnebre se estende a perder de vista.
José Carlos Schwarz encontrou a morte alguns dias antes, aquando de um trágico acidente aéreo ocorrido no aeroporto de Havana, Cuba.
O homem deixa atrás dele, uma viúva e dois filhos. O artista, cantor, deixa uma população com problemas de consciência identitária e, através das suas canções e poemas, um quadro sombrio, mas salpicado de cenas quotidianas, vividas pelo povo guineense sob a opressão do jugo colonial português. A este povo, ele lega uma consciência cultural e revolucionária.
Remna, um de seus filhos, herda igualmente, este estado de espírito.
É aos 14 anos de idade, que Remna descobre a escrita como meio de expressão artística. Autor de textos de natureza diversa, embrenha-se no seio dos “rap battles” que têm lugar nos pátios de seu liceu.
Remna chega a França em 1996. Inicialmente em Tours, e depois em Orléans onde efectua o encontro da comunidade hip hop da região Centro. Compreende que os códigos não são os mesmos, e o acesso aos pequenos palcos da região, lhe é muito difícil. A sua sensibilidade musical permite-lhe, no entanto, de se destacar do lote, pela adopção de um estilo mais melódico, original e reconhecível.É influenciado por intérpretes guitarristas, como Habib Koité, Boubacar Traoré, Ali Farka Touré, Santana, Prince, BB King, Mark Knopfler, Keziah Jones, Bem Harper, Ronny Jordan… mas também por artistas como Richard Bona, Fela Kuti, Bob Marley, LKJ, Salif Keita, Steel Pulse… Remna escuta, mas constrói um estilo de tocar que lhe é próprio.
O toque da guitarra é um cruzamento entre as harmonias inspiradas nos ritmos Oeste africanos (Guiné Bissau, Norte e Sul do Mali, Guiné Conacry) e o método conhecido pelo nome de “pickink” (utilizado antigamente pelos “bluesmen”, quando partiam sozinhos para a estrada: o principio é de dedilhar as cordas, fazer sair os baixos e as harmonias, batendo ao mesmo tempo, sobre a caixa da guitarra, para dar uma nuance à parte que se está a interpretar). A astúcia reside nos impulsos dados às cordas ; no abordar o instrumento como o faria um baixista, mais que um guitarrista, e utilizá-lo como um suporte melódico rítmico.
Seus textos são apoiados por um canto pintado de influências reggae crioulo, e sustentados por um “flow” característico da escola hip hop que frequentou. São escritos em inglês, crioulo (Guiné Bissau), francês e, às vezes, em wolof (Senegal), evocando imagens do ser humano face à decepção, à cólera, a intolerância e à injustiça. Estigmatizam uma instituição ameaçadora das liberdades fundamentais do indivíduo.

Para mais informações, consultar:

http://www.myspace.com/remna65
http://www.remna-saltana.com

dezembro 19, 2007

COMEÇOU.........


Palhaçada!

Começou tudo de novo! Um dia inteiro sem energia eléctrica, em plena entrada para os PRM e logo após a parceria com a UE! Contado, ninguém acredita!

Será que a maior àrvore de natal de África e a 10ª na Europa tem alguma coisa a haver com o black out "ki spadja pé" hoje?

Brincadeiras à parte, já começa a irritar esta coisa da luz! Paciência tem limite!

Ainda por cima, os "gajos" lá na Electra, logo que acontece uma destas, a primeira coisa que fazem, é desligar o telefone que foi lá colocado justamente para dar "satisfason" ao cliente! E... quando se esquecem de desligar, do outro lado, o atendimento é simplesmente digno de um filme de terror! Deus nos valha!

dezembro 14, 2007

SEMELHANÇAS À PARTE....

SP - Cartaz de protesto afixado em poste na rua Áurea, no bairro Vila Mariana, em São Paulo, no domingo (09/12), no qual é possível ler: "Colabore com os ratos e baratas! Deposite seu lixo aqui, a qualquer hora do dia ou da noite. Não se importe com a vizinhança nem com o dia de coleta de lixo. Os ratos e baratas da nossa rua necessitam de farto alimento para se reproduzirem".
09/12/2007Foto: VITOR RIBEIRO/FotoRepórter/AE

dezembro 11, 2007

FREE RICE


Estou há muito para colocar este post, que considero de extrema importância, porém não sei o que aconteceu que o esqueci algures no meu PC.... mas antes tarde do que nunca!

Li no Pedrabika e já participei várias vezes, no unico intuito de ajudar e ajudar, da maneira que posso e me é facilitado, os mais carenciados. Façam também um pequeno "break" e aprendam ajudando.


Eis o texto do Pedrabika, para que percebam do que falo:


Em março de 2002 na Conferência de Montrey, 22 dos países com melhor nível de vida no mundo concordaram em realizar "esforços concretos" para doar 0,7% de renda nacional como ajuda aos países pobres.
A Organização das Nações Unidas estima que, quando os 22 países que firmaram o acordo alcancem o objectivo de 0,7%, os $195 bilhões resultantes a cada ano serão suficientes para terminar, de maneira eficaz, com a fome e a pobreza extrema no mundo.
Para ajudar a cumprir esse objectivo a inicitiva FREERICE lançou um serviço on-line onde todos podemos contribuir. É um jogo onde vc aprende vocabulário em inglês e os patrocinadores pagam as palavras que vc acertar com grãos de arroz.
Todos saem a ganhar, vc ganha mais vocabulário, a FREE RICE recolhe recursos e distribui alimentos com a ajuda das Nações Unidas e os patrocinadores fazem branding. Afinal nada é de graça não é mesmo? É sério!!! ;)

dezembro 10, 2007

MARCHA CONTRA A VIOLÊNCIA

Aproveito para ajudar a difundir a noticia abaixo, sobre a Marcha Contra a Violência, veiculada no blog do Tide : http://pedrabika.blogspot.com
Realmente há que se fazer alguma coisa, senão os nossos direitos humanos vão à vida!
"Dia 14 de Dezembro sexta feira começa um festival na Gamboa. Proponho a todos os interessados para mudarmos a concentração para a marcha para o platô na pracinha da Escola Grande a partir das 18horas.
A proposta é começarmos por concertar posições dialogar e agir em conjunto. Passe a Palavra e Participe, a causa é de tod@s."

dezembro 02, 2007

RICARDO DE DEUS NO AUDITÓRIO DO BCA

Sexta feira, dia 07 de Dezembro, a Embaixada do Brasil promove um concerto com Ricardo de Deus, no Auditório do BCA. O encontro está marcado para as 21H00. Estão convidados desde já.
Ricardo far-se-á acompanhar por Kizo, Raul e Djinho.